terça-feira, 27 de março de 2018

Sem água e energia, moradores de conjunto aguardam a 6 meses ligações em Upanema/RN

Os moradores do Conjunto Habitacional Manoel Januário, em Upanema, Região Oeste do Rio Grande do Norte, denunciam que receberam as casas sem rede de energia elétrica e água. 

As 40 casas daquele conjunto habitacional, localizado no bairro Pêgas, em Upanema/RN, foram entregues dia 15 de setembro de 2017 e passados mais de 6 meses ainda se encontram sem água e energia elétrica. 

Moradores relataram que entraram em contato com a Cosern e Caern para fazer a ligação mas, foram informados que a Prefeitura deveria ter enviado um projeto bem antes informando que iria ser construído aquele conjunto habitacional e por isso as companhias não poderiam fazer a ligação imediata. “Esperava receber a chave da casa pronta para morar, mas encontrei ela sem nada”, declara um morador que não quis se identificar. “A gente está convivendo com uma situação muito difícil. Durante a noite, temos que fazer comida com luz de velas ou lamparina. As crianças têm que dormir cedo porque não podem nem brincar por causa do escuro. E, nunca usei minha geladeira e minha televisão”, conta uma moradora. 

Em contato com a Cosern, a mesma informou que não recebeu em tempo hábil da Prefeitura de Upanema o projeto da construção daquele conjunto habitacional por isso a demora na implantação da rede elétrica naquela localidade, já a Caern informou que está trabalhando para implantar o mais breve possível a rede de água no conjunto habitacional.

NOTA DO BLOG: É lamentável que uma administração não tenha se planejado e entregado a tempo o projeto do conjunto habitacional a Caern e Cosern, vindo assim a prejudicar 40 famílias que ali esperam. Agora na hora de inaugurar o conjunto fizeram questão de pintar na placa de inauguração a cor que simboliza o partido do prefeito...


3 comentários:

Anônimo disse...

Vergonha vergonha

Anônimo disse...

Cadê os investimentos que iria fazer com o dinheiro que deixou de fazer o Carnaval? Isso foi obra de campanha.

Anônimo disse...

felizmente recebemos as casas,mas INfelizmente, fomos esquecidos e não temos uma vida digna como qualquer outro morador de Upanema.